мԾndPąℓą۷яąS - єѕ¢яιτσяα Níνєα Sαвιησ - BℓԾG Lιτєяáяισ

domingo, 20 de fevereiro de 2011

SONHO

Sonhei que morri…
Doce sonho…
Apenas a agonia
Que precede o fim
E que persegue todo ser
Me desesperou...

Mas ao sentir
Livre a alma do cárcere
Invólucro que prende
Minha carne,
Minha pele
Meus pelos de loba,  
O ar não me fez falta
Nem o peso da carcaça
Corroída pela dor
Por decepções
Paixões e
Falta de amor...

Voei livre
Até o amanhecer
Quando o sol tocou
Bem de leve minha pele
A loba voraz desperta
De volta ao cativeiro
Em busca de alimento
A espera de mais um sonho
Suicida ....

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Boas Vindas! Abreijus Literários

ASSISTAM - JOSANE PEER - O POETA DO ROCK

Loading...

Total de visualizações de página

PAUSA PARA UM RELAX! Alimente os peixinhos com um click.